Quando você executar o HCW no Exchange Server 2010 SP3, poderá se deparar com o seguinte erro:

image

O Exchange Server necessita de permissões no Tenant Online para executar a criação dos Connectors entre as Organizações On-premise e Online, então será necessário conectar o PowerShell ao Exchange Online:

Preferencialmente abra o PowerShell do Windows e execute os comandos:

$TenantCreds = Get-Credential ( Insira a conta com permissão de Administrador Global no Tenant Online)

Execute o comando:

$Session = New-PSSession -ConfigurationName Microsoft.Exchange -ConnectionUri https://ps.outlook.com/powershell/ -Credential $TenantCreds -Authentication Basic –AllowRedirection (sem quebra de linha)

image

Após o Warning de redireção de conexão em amarelo, execute o comando:

Import-PSSession $Session ( Esse comando irá importar todos os comandos do módulo do PowerShell para o Exchange Online)

Execute um comando como por exemplo o Get-AcceptedDomain para validar a conexão.

Após validada a conexão, rode novamente o Hybrid Configuration Wizard e o mesmo irá concluir sem erros!

Até a próxima!

Rodrigo Lopes
Absolut IT Soluções em Suporte e Tecnologia | Microsoft Cloud Partner
MTAC – Microsoft Technical Audience Contributor | MCT | MCSE: Windows Server 2012, Private Cloud | MCSA | MCITP | Enterprise, Server, Lync and Virtualization Administrator, MCTS| Active Directory, MCTS | Windows Server 2008 Virtualization, MCDST, MCP

Ao Executar o HCW, você poderá se deparar com a segunte dificuldade:

clip_image001

Para resolver e conseguir criar seu record TXT no DNS Externo, vá ao Exchange Management Shell e digite o comando:

Get-FederatedDomainProof -DomainName seudominio.com.br

Copie o record exibido em Proof e crie seu record TXT no DNS externo.

Após esse procedimento, será necessário aguardar o seu DNS validar e replicar as configurações.

Execute novamente o Hybrid Configuration Wizard.

Até a próxima!

Rodrigo Lopes
Absolut IT Soluções em Suporte e Tecnologia | Microsoft Cloud Partner
MTAC – Microsoft Technical Audience Contributor | MCT | MCSE: Windows Server 2012, Private Cloud | MCSA | MCITP | Enterprise, Server, Lync and Virtualization Administrator, MCTS| Active Directory, MCTS | Windows Server 2008 Virtualization, MCDST, MCP

Olá pessoal,

Estou trazendo para vocês algumas novidades do Windows Server 2012 R2 nessa série de posts e resolvi começar pelo Hyper-V.

A Microsoft trouxe novidades nas Máquinas Virtuais ( Geração 1 ), incluindo novas funcionalidades a elas. Essa é a Geração 2 de Máquinas Virtuais.

Dentre as novidades, destacamos:

Secure Boot (padrão)
Boot from a SCSI virtual hard disk
Boot from a SCSI virtual DVD
PXE boot by using a standard network adapter
UEFI firmware support

Veja como criar a sua nova VM para utilizar todos os recursos da Geração 2:

Durante a criação da nova VM, inicie o Assistente:

image

Especifique a Geração 2 para ter acesso aos novos recursos:

image

*Nota importante: Depois de criada a Geração da VM não poderá ser alterada.

Opcionalmente, ative o Dynamic Memory:

image

Escolha o Virtual Switch desejado:

image

Crie ou anexe um VHDx:

image

Nessa etapa você poderá instalar o Sistema Operacional:

image

Na tela final, você terá o resumo das configurações realizadas:

image

Vamos verificar as configurações da nossa VM da Geração 2 recém criada no Hyper-V:

image

Novas configurações disponíveis, como Secure boot e Smart Paging File:

image

image

Mais informações em: http://technet.microsoft.com/en-us/library/dn282285.aspx

Em breve postarei novas configurações e recursos do Windows Server 2012 R2.

Até lá!

Rodrigo Lopes
Absolut IT Soluções em Suporte e Tecnologia | Microsoft Cloud Partner
MTAC – Microsoft Technical Audience Contributor | MCT | MCSE: Windows Server 2012, Private Cloud | MCSA | MCITP | Enterprise, Server, Lync and Virtualization Administrator, MCTS| Active Directory, MCTS | Windows Server 2008 Virtualization, MCDST, MCP

Boa tarde pessoal,

No próximo Domingo se inicia mais uma fase de transição do Horário de Verão, 0hs do dia 20 de Outubro de 2013 ( terceiro domingo de Outubro ) e retorna às 0hs do dia 16 de Fevereiro de 2014 ( terceiro Domingo de Fevereiro ).

É importante verificar se o KB976098 de Dezembro de 2009 – Cumulative time zone update for Windows Operating Systems está aplicado nos equipamentos.

O mesmo pode ser substituído pelo KB2779562 de DEZEMBRO 2012  e KB2863058 de Agosto de 2013 – Cumulative time zone update for Windows Operating Systems, caso não possua o KB anterior.

Abaixo segue o Webcast da Microsoft, apresentado pelo meu amigo Josué Yen, sobre o DST 2013 / 2014:

http://support.microsoft.com/gp/cp_dst/pt-br?wa=wsignin1.0

A Microsoft não recomenda a edição manual do Registro do Windows para a virada do TZ, caso isso ocorra você poderá perder o Suporte.

Caso necessitem de auxílio, entrem em contato comigo!

Abraços,

Rodrigo Lopes
Absolut IT Soluções em Suporte e Tecnologia | Microsoft Cloud Partner
MTAC – Microsoft Technical Audience Contributor | MCT | MCSE: Windows Server 2012, Private Cloud | MCSA | MCITP | Enterprise, Server, Lync and Virtualization Administrator, MCTS| Active Directory, MCTS | Windows Server 2008 Virtualization, MCDST, MCP

Bom dia galera!

Vamos iniciar essa semana uma série sobre o Windows Server 2012 onde vou trazer a vocês diversas configurações do produto.
Começo com um super artigo do TechNet que mostra como montar um Lab para que vocês possam praticar as configurações que postaremos.

Segue o artigo:

A versão mais recente do sistema operacional Windows Server oferece às empresas e aos provedores de hospedagem uma infraestrutura escalável, dinâmica, preparada para vários locatários e otimizada para a nuvem.

Experimente o Windows Server 2012

  Baixe o Windows Server 2012 Descubra como baixar a versão mais recente do Windows Server.

Configure um ambiente de teste

Guias de Laboratório de Teste Aprenda a configurar e demonstrar os recursos, as tecnologias e os cenários do Windows Server 2012, tudo em um ambiente de laboratório de teste padronizado e simplificado.

Windows Server 2012 Test Lab Guides

The Windows Server 2012 (previously known as Windows Server “8”) Test Lab Guides (TLGs) are a set of documents that describe how to configure and demonstrate the new features and functionality in Windows Server 2012 and Windows 8 Preview in a simplified and standardized test lab environment.

The test lab starts with the Windows Server 2012 Base Configuration test lab, which can consist of two subnets representing a simplified intranet and simulated Internet. The following figure shows the initial setup of the Windows Server 2012 test lab based on the Test Lab Guide: Windows Server 2012 Base Configuration .

For information about how to configure this test lab on a Windows Server 2012 Hyper-V server, see Hosting the Windows Server 2012 Base Configuration Test Lab with Windows Server 2012 Hyper-V.

The following video shows how to build out this test environment.

 configuration test lab are the following:
  • The configuration of a simplified public key infrastructure (PKI) has been removed. You can add this to your base configuration with the Windows Server 2012 mini-module: Basic PKI  .
  • Windows PowerShell command equivalents are now available in addition to the UI-based procedures.

The TLGs for Windows Server 2012 are the following:

Fontes:

http://technet.microsoft.com/pt-br/windowsserver/hh534429.aspx

http://social.technet.microsoft.com/wiki/contents/articles/7807.windows-server-2012-test-lab-guides.aspx

Um abraço e bons estudos!

Rodrigo Lopes
Absolut IT Soluções em Suporte e Tecnologia | Microsoft Partner
MCT | MCSE | MCITP | Enterprise, Server, Lync and Virtualization Administrator, MCSA, MCTS | Active Directory, MCTS | Windows Server 2008 Virtualization, MCDST

Fala galera !

Como todos notaram, algumas máquinas com o Windows 7 32 bits instalado apresentaram problemas com o Security Update KB2823324 que trouxe algumas alterações para correção de itens no system kernel-mode driver, porém, aparentemente essas correções conflitaram com os softwares Guardiões utilizados pelos Bancos (GBPlugin – G-Buster Browser Defense) – Fato ainda não comprovado.

É importante frisar que máquinas sem o plugin não apresentaram os erros, então, existem fortes indicações de este ser o causador dos problemas.

A Microsoft disponibilizou a Correção para o problema no link:

http://www.microsoft.com/brasil/resolucao/

Não formate seu computador, siga os passos do site para a resolução.

Caso você não tenha aplicado o KB ainda e tenha certeza que o GBPlugin esteja instalado na sua máquina, não instale o KB mencionado.

Se você não fizer o uso do cadeado eletrônico, não haverá problemas na instalação do KB.

Um abraço a todos,

Rodrigo Lopes
Absolut IT Soluções em Suporte e Tecnologia | Microsoft Partner
MCT | MCSE | MCITP | Enterprise, Server, Lync and Virtualization Administrator, MCSA, MCTS | Active Directory, MCTS | Windows Server 2008 Virtualization, MCDST

Olá galera !

Muita gente me questiona a respeito de Recovery de Databases no Exchange Server e sem dúvidas é uma das questões mais importantes para quem é ADM de Messaging.

Caso você não possua DAGs (Exchange 2010 e Exchange 2013) é melhor se preocupar bastante com essa questão !!

Abaixo vou demonstrar para vocês como se recupera uma Database de Exchange em caso de problemas, utilizando o comando ESEUTIL, visto que o ISINTEG foi removido do Exchange a partir da versão 2010 SP1:

Primeiro é necessário garantir que a Database esteja mesmo comprometida. Tente montá-la clicando com o botão direito sobre a mesma e “Mount Database“.

Caso ocorra um erro ao montar, se atente a respeito das demais Databases, se todas tiverem desmontadas, verifique se o Serviço Information Store está iniciado.

Se estiver iniciado, verifique o status da Database em questão com o comando ESEUTIL/MH:

Caso esteja em Clean Shutdown, vá até a pasta de LOGS da Database em questão e mova todos para uma pasta Backup, depois compacte e guarde caso seja necessário.

Movendo os logs a Database deverá montar, visto não estar corrompida.

Caso o output do comando seja este:

Significa que a Database está mesmo comprometida. Você poderá optar pela solução mais simples, Restore de um Backup atual ou Repair da Database utilizando o comando ESEUTIL.

Caso o comando ESEUTIL /MH informe que existe um log perdido ou corrompido, você poderá optar por executar o comando ESEUTIL /R , denominado SOFT RECOVERY, informando o log perdido conforme segue:

Após executar o comando acima, o resultado deverá ser:

Ai é só montar a Database recuperada.

Em caso de perda de arquivos, ocasionando Dirty Shutdown é necessário utilizar o método HARD RECOVERY da Database, utilizando o comando ESEUTIL /P:

Dependendo do tamanho da sua Database, Memória e Processadores do Servidor em questão, você terá um cálculo de 12hs para recuperar uma Database de 100GB.

Recomendo sempre aos meus alunos e clientes que executem o ESEUTIL em uma cópia da Database corrompida e se possível, leve-a para outro Servidor que tenha um espaço em disco melhor, mais processadores e mais memória pois tudo isso influencia no Repair.

O cálculo de espaço necessário para recovery de uma Database de 100Gb como no exemplo é:

100gb + 100gb + 20% onde os 100gb adicionais são para o arquivo TEMP gerado e os 20% a mais para o processamento do comando.

**Os comandos funcionam em todas as versões do Exchange Server.

Fica uma dica, sempre tenha um bom Backup que lhe proporcione o RESTORE da Database caso seja necessário, pois o Repair da DB é sempre mais demorado.

Fontes utilizadas no post:

http://www.mikepfeiffer.net/2010/04/getting-an-exchange-database-into-a-clean-shutdown-state-using-eseutil/

http://www.computerperformance.co.uk/exchange2010/exchange_2010_eseutil.htm

Um grande abraço a todos !

Rodrigo Lopes
Absolut IT Soluções em Suporte e Tecnologia | Microsoft Partner
MCT | MCSE | MCITP | Enterprise, Server, Lync and Virtualization Administrator, MCSA, MCTS | Active Directory, MCTS | Windows Server 2008 Virtualization, MCDST